Notícia

Ex-ministro da CGU, Luiz Navarro vira sócio do David Rechulski Advogados
ConJur

O ex-ministro da Controladoria-Geral da União Luiz Navarro é o novo sócio do escritório criminal David Rechulski Advogados.

Especialista em compliance anticorrupção, Navarro foi convidado a fazer parte da sociedade para atuar, entre outros, nos casos envolvendo acordos de leniência e colaborações premiadas.  

Luiz Navarro participou da elaboração e implementação de diversas leis e normas relacionadas ao combate à corrupção, como a Lei Antinepotismo (Decreto 7.203/2010), a Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527/2011) e a Lei Anticorrupção (Lei 12.846/2013). Navarro ainda liderou o processo de criação do Cadastro de Empresas Inidôneas e Suspensas.

Ele vem do escritório Hage, Fonseca, Suzart & Prudêncio, que presta consultoria e orienta instituições privadas e públicas a combater casos de corrupção e evitar situações do tipo. A banca foi fundada por outro ex-ministro da CGU, Jorge Hage.

Segundo Navarro, o compliance criminal é "uma nova fronteira do Direito", que busca proteger empresas e executivos de acusações de delitos.

O ex-ministro também afirma que os acordos de leniência e de colaboração premiada, que se popularizaram com a operação "lava jato", são meios eficazes de defesa.

Por: Sérgio Rodas

Rua Gra Nicco, 113, Bloco 01 cj. 602, Mossunguê
Curitiba - PR - Brasil - CEP 81200-200
Fones: +55 (41) 3018-6951 e 9652-0581
adm@estrategianaadvocacia.com.br