Notícia

Empreender é coisa de mulher
SB na Frente

Mundo

160 milhões de mulheres iniciaram ou abriram novos negócios

Brasil

52,4% dos cargos de liderança dos novos negócios são ocupados por mulheres

7,7 milhões de mulheres à frente de empresas. (sétimo lugar entre 42 países avaliados)

55% das empreendedoras brasileiras têm filhos

(Fonte: Global Entrepreneurship Monitor (GEM)/ Sebrae/ Rede Mulher Empreendedora/ anos 2016/2017)

 

Advogada, consultora, fotógrafa, contadora, líder estudantil. Funções diversas, empreendedoras natas. Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, o Diretório do Centro Acadêmico da Pontifícia Universidade Católica do Paraná promoveu encontro de líderes femininas nesta semana. Temas e jargões tão usados hoje estavam todos lá: empoderamento feminino, mulher multitarefa, feminismo e questões de gênero. Mas em um bate-papo informal, conceitos foram deixados e o propósito do “Ser Mulher” ganhou espaço.

“Num mercado tão masculino, encontrei o meu lugar com uma única ação: preparo. Estudei três vezes mais e usei a Produção Intelectual como aliada principal ao participar de uma mesa de negociação”.  A visão vem de Lara Selem, sócia-fundadora da Selem, Bertozzi & Consultores Associados ao revelar que a mulher não precisa impor a sua presença, mas saber como agregar ao seu ambiente.

Lênia Luz é fundadora do Blog Empreendedorismo Rosa voltado às mulheres que empreendem. Ela conta do papel secundário que recebia de clientes, mesmo em uma sociedade 50/50 com o marido. “Era vista como a secretária dele. Primeira lição disso foi a minha postura”. Hoje, questões sexistas ainda são observadas também no campo das palestras e da precificação dos palestrantes masculinos. “Onde estão as mulheres de grande propriedade? Estamos em um momento de posicionamento”.

Coragem

Mônica Berlitz é a criadora do Clube da Alice, rede colaborativa com mais de 500 mil mulheres no Facebook. Juntas em um clube de oportunidades de negócio para vender produtos e serviços, as mulheres seguem também fortalecidas. “Foi preciso coragem para criar um negócio colaborativo e levamos o mesmo conceito para despertar as potencialidades da mulher”. Não desistir dos sonhos e coragem para seguir no momento certo foi o passo também dado por Bruna Barbosa ao deixar seu primeiro emprego após seis anos em um escritório contábil. “Saí de uma empresa familiar para uma multinacional. Agora tenho orgulho de pertencer a uma empresa que estimula a mulher no trabalho para não ter apenas homens no poder”.

Foi em junho do ano passado, durante encontro com 15 mil estudantes em Belo Horizonte, que o movimento estudantil teria uma nova face. Eleita presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) com 79% dos votos, Marianna Dias é a voz dos sete milhões de universitários do Brasil. Da visibilidade alcançada enquanto líder política, ela fala da manutenção da essência feminina. “Das características como assertividade para o homem, as mesmas palavras vindas de uma mulher em um cargo de liderança serão vistas como mandona. A questão da meritocracia x gênero termina quando tratamos de competências”.

 

Dicas de líderes

-Estabeleça acordos nas relações de trabalho e em casa.

-Aprenda a pedir para saber delegar.

-Procure o seu papel social, político, o seu propósito. Saiba encontrar o que é bem feito por você.

-Traga experimentações. Vivencie situações de risco e procure reconhecer os seus talentos.

-Se você está num espiral negativo, com medo de empreender, saiba que muitas dificuldades também são meras ilusões.

 

(Por Alessandro Manfredini)

Rua Gra Nicco, 113, Bloco 01 cj. 602, Mossunguê
Curitiba - PR - Brasil - CEP 81200-200
Fones: +55 (41) 3018-6951 e 9652-0581
adm@estrategianaadvocacia.com.br
Franquia Mato Grosso do Sul
Av. Afonso Pena, 3.504, Sala 52, Centro
Campo Grande - MS - Brasil - Fone: +55 (67) 99677-7979